Para me seguir, você não precisa ter um blog! Basta ter uma conta de email! :)

Seguidores

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Precisei de um SUPER estímulo para continuar!

Olá pessoas, tudo bem com vocês?

Já contei para vocês que eu parei de tomar medicação para controlar a Depressão e a Síndrome do Pânico. Mas para dar a volta por cima, precisei de um SUPER estímulo. Antes, eu vivia no meu mundinho, sendo controlada pela medicação e não tinha coragem de parar. 

Mas na última vez que fui à Psiquiatra, ela me encaminhou para um internamento no outro lado do estado, em Curitiba - PR. Na hora, me deu uma angústia tão grande. Estou muito apegada ao meu sobrinho, e só de pensar em ter que deixá - lo por meses, sem poder vê - lo, eu fiquei com os olhos cheios de lágrimas.

E ainda por cima, ouvi de uma pessoa muito próxima, que eu NUNCA iria deixar de tomar medicação. Teria que tomar para o resto da minha vida. Fiquei chocada!

Esses dois motivos me fizeram pensar muito em parar o tratamento medicamentoso, e seguir em frente com muita força de vontade! Principalmente, no autocontrole das crises de pânico. Hoje completo 39 dias "limpa". Sem tomar nenhum remédio.

Estou muito orgulhosa de mim! Nunca pensei que fosse capaz de tomar essa coragem. Se eu não me engano, só um dia tive um princípio de crise, mas não dei importância e logo passou. Tão feliz quanto eu, está meu Psicólogo. Ele tem dito nas últimas seções, que estou mais animada, mais "ligada", mais acordada, menos robozinho, mais ativa...

Como é bom poder viver livremente, sem estar presa a alguma doença. 

Tudo melhorou... Estou me sentindo muito bem! Mas NÃO RECOMENDO QUE FAÇAM COMO EU, PROCURE UM ESPECIALISTA PARA REMOVER A MEDICAÇÃO DO SEU DIA A DIA.

Eu sofri algumas consequências. O sono principalmente. Fiquei alguns dias dormindo apenas 4 horas por dia. Eu acordava bem, sem sono, disposta. Mas sabia que precisava de mais algumas horas para descansar mais o meu corpo. Apenas depois que voltei ao trabalho que voltei a dormir a noite toda. Hoje durmo muito bem!

Consegui melhorar muito a minha alimentação. Agora sinto fome, às vezes até estranho tanta fome. Antes eu não sentia vontade de comer nada. Comia pão ou bolacha e isso era o suficiente para me deixar de pé durante todo o dia.

A libido também melhorou. Um dos efeitos da medicação controlada é cortar um pouco da libido. Isso tava me prejudicando um pouco, por que eu não conseguia manter um relacionamento. (E vai explicar isso pra quem não conhece sobre o assunto?!).

Hoje, para mim, está tudo bem! E só tende a melhorar!!!

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Como está minha alimentação

Olá pessoas, vou contar para vocês como está minha alimentação agora que retornei ao trabalho e não estou mais almoçando em casa durante a semana!

Como eu já falei em outro post, eu não estava me alimentando direito. Por meses, vivi à base de pão, bolacha de água e sal, e leite com café. Nada saudável!

Dia 26/07 voltei ao trabalho, depois de 45 dias de afastamento por causa da Depressão e da Síndrome do Pânico. Retornei ao mesmo local que eu estava no mês de maio e junho, em uma creche aqui perto de casa.

Desta vez, não retornei como Professora. Estou trabalhando na área administrativa da creche, auxiliando a Diretora com os trabalhos que ela tem que fazer. Portanto, estou fora da minha função, e não estou atuando em sala de aula.

Minha alimentação mudou bastante! Está bem melhor!!!

É claro que ainda falta alguns ajustes, mais saladas, mais frutas... Mas estou conseguindo manter um bom ritmo na alimentação. Estou me pesando toda semana, para acompanhar meu peso. Em uma semana, engordei 1 kg. Pra mim, isso é muito bom!

Não faço isso todos os dias, mas em alguns casos, tiro foto da alimentação do dia e posto no Instagram. Para mim, é uma forma de potencializar a boa vontade.






É muito importante manter uma boa alimentação. Estou me sentindo muito bem! Com energia, com vontade de seguir adiante. Quero engordar mais 4 quilos, e manter meu peso.

E como está a alimentação de vocês?!

Beeijo =**

Mensagem de Reflexão

Olá pessoas, tudo bem com vocês?!
Vamos começar mais uma semana. Mais uma semana de lutas e vitórias!

nao-esqueca

Simples... Tudo tem a dimensão que você propõe!

Beeijo =**

quinta-feira, 14 de julho de 2016

As 10 doenças psicológicas que mais afetam o mundo

Olá pessoas, tudo bem?!

Estou numa onda de pesquisar mais sobre doenças psicológicas. Como vocês sabem, eu tenho Depressão e Síndrome do Pânico. Estou fazendo tratamento há 1 ano e 9 meses já...

Mas, quais são as doenças psicológicas que mais afetam as pessoas ao redor do mundo?!

AQUI encontrei esta reportagem falando sobre as 10 +!

01. Transtorno Obsessivo-Compulsivo

É uma doença em que o indivíduo apresenta obsessões e compulsões, ou seja, sofre de idéias e/ou comportamentos que podem parecer absurdos ou ridículos para a própria pessoa e para os outros e mesmo assim são incontroláveis, repetitivas e persistentes. A pessoa é dominada por pensamentos desagradáveis de natureza sexual, religiosa, agressiva entre outros, que são difíceis de afastar de sua mente, parecem sem sentido e são aliviados temporariamente por determinados comportamentos.

02. Transtorno Bipolar

O transtorno bipolar, também conhecido como distúrbio bipolar, é uma doença caracterizada por episódios repetidos, ou alternados, de mania e depressão. Uma pessoa com transtorno bipolar está sujeita a episódios de extrema alegria, euforia e humor excessivamente elevado (mania), e também a episódios de humor muito baixo e desespero (depressão). Entre os episódios, é comum que passe por períodos de normalidade.
Deve-se ter em conta que este distúrbio não consiste apenas de meros "altos e baixos", as mudanças de humor do distúrbio bipolar são mais extremas e mais duradouras que aquelas experimentadas pelas demais pessoas.


03. Transtorno de ansiedade social

O transtorno ansioso social, também conhecido como transtorno da ansiedade social, fobia social ou sociofobia, é uma síndrome ansiosa caracterizada por manifestações de alarme, tensão nervosa e desconforto desencadeadas pela exposição à avaliação social — o que ocorre quando o portador precisa interagir com outras pessoas, realizar desempenhos sob observação ou participar de atividades sociais. Tudo isso ocorre até o ponto de interferir na maneira de viver de quem a sofre. 

04. Anorexia
 
Anorexia nervosa é um transtorno alimentar no qual a busca implacável por magreza leva a pessoa a recorrer a estratégias para perda de peso, ocasionando importante emagrecimento. As pessoas anoréxicas apresentam um medo intenso de engordar mesmo estando extremamente magras. Em 90% dos casos, acomete mulheres adolescentes e adultas jovens, na faixa de 12 a 20 anos. É uma doença com riscos clínicos, podendo levar à morte por desnutrição.

 
05. Depressão clínica

Depressão clínica também conhecido como transtorno de depressão grave ou depressão unipolar é um tipo grave de doença psicológica. Uma pessoa é considerada clinicamente deprimida quando sem explicação apresentam um  tipo de comportamento, como um sentimento de vazio, perda da auto-estima e absolutamente nenhuma esperança de felicidade. Algumas pessoas com este transtorno relatam não sentir nada, como se os seus corpos e mentes estivessem vazios.

06. Esquizofrenia

Uma pessoa é dito a sofrer de esquizofrenia quando existem irregularidades no discernimento ou a expressão das coisas que estão ao seu redor. Quando uma pessoa sofre desta doença não tem o discernimento sobre o que é real ou não, ela pode ter um enorme efeito em sua capacidade de ouvir, ver, olfato, paladar e tato. Em cenários de pior caso, pode resultar em desilusões peculiar, alucinações, delírios ou fala arrastada seguida com uma enorme quantidade de disfunção social. O nível de esquizofrenia varia de uma pessoa para outra. Há aqueles que têm episódios psicóticos, em seguida, em um curto tempo continuam com suas vidas. Por outro lado há aqueles que constantemente sofrem com isso pelo resto da vida.

07. Transtorno Dismórfico Corporal (TDC)

Ao contrário de outros casos de distúrbios psicológicos, a síndrome do corpo dismorfia se caracteriza por afetar a percepção que o paciente tem da própria imagem corporal, levando-o a ter preocupações irracionais sobre defeitos em alguma parte de seu corpo. Essa percepção distorcida pode ser totalmente falsa (imaginária) ou estar baseada em alterações sutis da aparência, resultando numa reação exagerada a respeito, com importantes prejuízos no funcionamento pessoal, familiar, social e profissional. Acomete mais freqüentemente o sexo feminino e inicia-se em geral na adolescência.

08. Transtorno da Personalidade Borderline

As pessoas com essa doença são indivíduos instáveis em suas emoções e muito impulsivos, com esforços incríveis para evitar abandono (até tentativas de suicídio). Têm rompantes de raiva inadequada. As pessoas a sua volta são consideradas ótimas, mas frente a recusas tornam-se péssimas rapidamente, sendo desconsideradas as qualidades anteriormente valorizadas. Costumam apresentar uma hiper reatividade afetiva, em que as situações boas são ótimas ou excelentes, e as ruins ou desfavoráveis são péssimas ou catastróficas.

09. Estresse pós-traumático

Estresse pós-traumático, que é também conhecida como PTSD é muito comum em soldados que acabam de retornar da guerra. O transtorno de estresse pós-traumático acontece quando se vivencia um trauma emocional de grande magnitude. Esses traumas incluem guerras, catástrofes naturais, agressão física, estupro, assaltos e sérios acidentes. A pessoa tem recordações com muita aflição, incluindo imagens ou pensamentos do trauma vivenciado. Sonhos amedrontadores também podem ocorrer e o indivíduo pode agir ou sentir como se o evento traumático estivesse ocorrendo novamente.

10. Depressão pós-parto

Depressão pós-parto também conhecido como PPD é um tipo de depressão clínica, que ocorrem principalmente em mulheres logo após o parto. Sintomas de PPD pode variar de uma pessoa para outra e podem incluir cansaço, stress, irritabilidade, insônia, choro inexplicável, falta de libido e perda de apetite.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Tratamentos Alternativos para Depressão

Olá pessoas, tudo bem com vocês?!

Agora que deixei de tomar medicação para Depressão e Síndrome do Pânico, tenho que encontrar formas de ocupar minha mente para não ficar pensando em bobagens...

A depressão está longe de ser uma simples tristeza - é uma doença séria que precisa ser tratada. Ela ocorre por causa de uma tendência hereditária e algumas substâncias cerebrais em desarranjo, principalmente a serotonina e a noradrenalina. Sentir uma tristeza muito profunda, que não passa, é motivo suficiente para procurar um profissional de saúde mental, que poderá receitar medicação e terapia. Além do tratamento, quem sofre desse mal também pode tomar atitudes que melhoram o quadro da doença. Estas 7 dicas irão me ajudar muito nesta nova fase do tratamento:

1 - Praticar exercícios físicos.

2 - Manter a agenda em dia (programar o dia e cumprir as atividades).

3 - Manter uma alimentação equilibrada.

4 - Ficar longe do álcool.

5 - Tente enxergar a beleza nas coisas.

6 - Ocupar - se com atividades divertidas.

7 - Reconquistar uma boa noite de sono.

São coisas simples, que já coloquei no meu cronograma semanal... Não precisa de nenhum especialista no assunto para fazer este tipo de mudança. Mas lembre - se: SE VOCÊ TOMA MEDICAÇÃO, MELHOR CONSULTAR SEU ESPECIALISTA PARA VERIFICAR SE VOCÊ PODE OU NÃO PARAR DE TOMAR OS REMÉDIOS E QUANTO TEMPO ISSO VAI LEVAR...

Facebook - Aline Wahlbrink
Instagram - @alinewahlbrink
Snapchat - aline.mw

terça-feira, 12 de julho de 2016

Tem um sonho? Torne - o seu Objetivo!

Olá pessoas, tudo bem com vocês?!

Tupac já dizia... "A única coisa que um homem consegue quando dorme são sonhos."

E realmente, ele está certo!

Você precisa trabalhar muito pelo que quer, ou seus sonhos nunca vão se realizar. Você não pode esperar sentado as coisas acontecerem. Deus ajuda a quem se ajuda, e quem se ajuda tem sucesso.

Cada um de nós tem um propósito - viva seus sonhos!

Você quer edificar um edifício que chegue até o céu? Construa primeiro a fundação da humildade...

Resultado de imagem para sonhos

Quem é que não tem sonhos?! Uma casa, um carro, um bom emprego, uma faculdade, uma viagem, uma família... Não conheço ninguém que não tenha pelo menos um sonho na vida! 

Mas não adianta ficar esperando que as coisas caiam do céu ou que aconteçam de repente em sua vida... Tudo o que nos acontece, é guiado por um Poder Superior (que eu entendo como Deus). Nada é por acaso. E se eu quero muito uma coisa, preciso trabalhar para conquistá - la.

No momento, estou lutando contra a Depressão e a Síndrome do Pânico. Por um ano e oito meses tomei medicação para controlar essas doenças. Hoje faz 11 dias que estou sem tomar nenhum tipo de medicação.

Não está sendo fácil, mas estou conseguindo seguir em frente. Estou me permitindo sentir sensações que há meses não sentia. Meu corpo está sofrendo as consequências de ter parado bruscamente o uso dos medicamentos controlados. Sono, alimentação, corpo... Tudo foi afetado. Mas eu não vou quero continuar tomando os remédios para o resto da minha vida...

Isso é o primeiro item da minha lista de Metas. Deixar de tomar medicação tarja preta e conseguir lidar com a Depressão e a Síndrome do Pânico de forma mais natural possível. Ouvi de uma pessoa próxima que eu teria que tomar medicação para sempre. Mas eu não nasci assim, e não quero morrer assim... Agora quero aproveitar o quanto eu puder a minha vida! Quero sonhar, trabalhar, e realizar os meus sonhos... Foco + Força + Fé sempre!!!

Facebook - Aline Wahlbrink
Instagram - @alinewahlbrink
Snapchat - aline.mw


segunda-feira, 11 de julho de 2016

Cuidando da Alimentação

Olá pessoas, tudo bem?!

Mais uma semana começando, e mais organização chegando!
Isso mesmo! Estou organizando minha alimentação, para que seja completa.

Quando digo completa, é porque eu não me alimento direito há tempos. Passo muitos dias só na base de bolacha ou pão e leite com café. E isso prejudica com certeza a saúde de qualquer pessoa...

Agora que estou enfrentando a Depressão e a Síndrome do Pânico de forma mais real e natural possível, ou seja, sem a intervenção de medicação, tenho que me organizar em muitas coisas, para que meu corpo acompanhe todas as mudanças.

Para me organizar melhor, fiz um Cardápio da Semana, e seguindo mais ou menos uma linha de alimentação razoavelmente saudável, ele ficou assim:

SEGUNDA - FEIRA
- Café da Manhã: pão com margarina + café com leite
- Lanche: fruta
- Almoço: arroz + feijão + carne + legumes
- Lanche: fruta
- Jantar: idem almoço
- Ceia: biscoito + iogurte

TERÇA - FEIRA
- Café da Manhã: pão com margarina + leite com achocolatado
- Lanche: fruta
- Almoço: macarronada + salada
- Lanche: bolo
- Jantar: idem almoço
- Ceia: bolo + chá

QUARTA - FEIRA
- Café da Manhã: bolo + café com leite
- Lanche: fruta
- Almoço: arroz + feijão + carne + legumes
- Lanche: fruta
- Jantar: idem almoço
- Ceia: biscoito + iogurte

QUINTA - FEIRA
- Café da Manhã: pão com margarina + café com leite
- Lanche: fruta
- Almoço: risoto ou carreteiro + salada
- Lanche: torta salgada
- Jantar: idem almoço
- Ceia: torta salgada + chá

SEXTA - FEIRA
- Café da Manhã: torta salgada + leite com achocolatado
- Lanche: fruta
- Almoço: arroz + feijão + ovo + legumes
- Lanche: fruta
- Jantar: idem almoço
- Ceia: biscoito + iogurte

SÁBADO
- Café da Manhã: pão com margarina + café com leite
- Lanche: fruta
- Almoço: cachorro quente
- Lanche: fruta
- Jantar: sanduíche
- Ceia: biscoito + iogurte

DOMINGO:
- Café da Manhã: pão com margarina + café com leite
- Lanche: fruta
- Almoço: polenta + carne ao molho + salada
- Lanche: fruta
- Jantar: sanduíche
- Ceia: biscoito + iogurte

LEMBRANDO QUE ESTE É UM CARDÁPIO PARA APENAS UMA SEMANA. NÃO CONSULTEI NENHUM ESPECIALISTA EM NUTRIÇÃO. NÃO É DIETA!

Fiz este cardápio apenas para me organizar mediante minha alimentação que está comprometida. Com essa alimentação consigo manter meu peso, sem deixar de comer coisas saudáveis e sem deixar de comer as "porcarias" também!

Quem faz cardápio semanal, deixa o link aqui pra eu ver!

Beeijo =**